Agnaldo Rayol fala sobre fama de namorador e revela como tem vivido a quarentena

Author

Categories

Share

Agnaldo Rayol
Agnaldo Rayol fala sobre fama de namorador e revela como tem vivido a quarentena (Imagem: Reprodução / Instagram)

Agnaldo Rayol tem 82 anos de idade e começou a trabalhar aos 9, assim acumulando décadas de uma carreira bem sucedida. O cantor falou sobre sua fama de galã namorador, além de adequação ao mundo digital, novidades e como tem lidado com a quarentena.

O artista que já passou por diversas eras da tecnologia, essas que inclusive vão transformando a maneira que os musicistas divulgam sua carreira. Agnaldo está com um canal de vídeos na Soul TV e se mostrou super animado com a novidade, em entrevista à Quem: “A gente tem que estar sempre se atualizando (…) Já passei por várias dessas, adaptações como da rádio para a TV, depois do impresso para o online… Hoje em dia tem essa ferramenta para nos aproximar mais dos fãs. É um canal que vai ser um meio de comunicação bem amplo“.

Na sequência, o cantor adiantou o que seus fãs podem esperar nesse novo desafio: “Vou gravar dois shows para esse projeto e também dividir curiosidades e notícias que os fãs gostariam de saber. Vai ser bom também para me aproximar das pessoas que não me conhecem ainda tão bem“.

Por falar em sua fama, a pinta de galã lhe trouxe o estigma de namorador. Agnaldo Rayol comentou essa impressão popular e também revelou algo que nem todos sabem: “Sabe que nunca me senti assim? Nunca mesmo. Mas tive muitas namoradas no meu tempo de rapazinho. Namorei muito e tive muitas garotas. Tantas mulheres que passaram na minha vida que nem dá para contar, mas foram todas maravilhosas. Depois as coisas foram se acomodando. Hoje estou mais quietinho. Tive algumas mulheres que duraram mais tempo também. Cheguei a ter filho. Ele nasceu, mas infelizmente não sobreviveu e eu não quis saber mais de ter filho“.

Agora falando sobre suas relações pessoais, o veterano explicou como tem adequado a rotina para se proteger da Covid-19: “Como tem que estar o mais tempo possível em casa, a gente procura se distrair com TV e visita de parentes. Tenho muitos familiares e nossos encontros nunca ficam monótonos. Claro que tem dia que a gente se sente mais sozinho. Saio muito pouco de casa, mais para fazer as coisas como ir ao cabeleireiro e fazer as unhas. Mas isso também não é sempre. Não pode brincar com esse tipo de coisa (Covid). Tem que fazer tudo com muito cuidado“.

Agnaldo também esclareceu que o chato da quarentena, para ele, é não ter o que fazer e diminuir bruscamente o ritmo de trabalho: “Comecei a trabalhar aos nove anos e só parei durante a minha transição de voz dos 14 aos 16. Depois não parei mais. A gente sente uma diferença muito grande por ter que parar de fazer as coisas que está habituado. Não poder sair é muito chato. É uma coisa que mexe muito com as pessoas, mas vai passar em breve, se Deus quiser“.

O cantor admitiu que já pensou em se aposentar, mas que foi desmotivado da ideia pelos admiradores: “Já tenho muito tempo de carreira e algumas vezes pensei em parar, mas sempre os fãs me motivam a continuar. Quando vejo as pessoas lotando meus shows e me aplaudindo de pé, sinto uma emoção e um carinho que só quem vive isso pode mesurar. Até esqueço do lado profissional e, emotivo do jeito que sou, choro muito. Sou muito abençoado por poder cantar desde menino, sem nunca ter estudado“.

Ainda na entrevista, Agnaldo Rayol contou que pretende fazer um show no Teatro Bradesco, em São Paulo, no mês de dezembro: “Tudo vai depender muito do que vai acontecer, tomara que venha logo uma vacina, não dá para retomar uma atividade que requer público se as coisas não estiverem bem e todos ainda correrem risco. Talvez demore um pouquinho, espero que não. Muita gente vive disso e tem tido grandes prejuízos. Nunca na minha vida passei por um momento como esse“.

O post Agnaldo Rayol fala sobre fama de namorador e revela como tem vivido a quarentena apareceu primeiro em RD1 → Audiência da TV, Notícias da TV e Famosos.

Author

Share