Após caso Robinho, jornalistas da Globo sofrem com ataques

Author

Categories

Share

Robinho
Caso envolvendo Robinho faz jornalistas da Globo serem alvos de ataques (Imagem: Divulgação/ Santos)

A situação de Robinho – condenado na Itália a nove anos de prisão por violência sexual de grupo contra uma jovem – ainda rende assunto e sobrou até para profissionais da Globo. Pelo menos três jornalistas da emissora tiveram os seus números pessoais vazados em grupos de WhatsApp.

Segundo o UOL Esporte, durante toda a semana, eles receberam ameaças de torcedores do Santos. Entre os ameaçados estão Rodrigo Capelo e Carlos Cereto, ambos do SporTV. O caso mais grave, porém, aconteceu com Ana Thaís Matos, comentarista de futebol.

O número pessoal da profissional caiu em diversos grupos que apoiavam a contratação de Robinho pelo time paulista. A comentarista chegou a receber ligações e mensagens com ameaças contra sua integridade física.

A publicação informou, então, que ela precisou desativar a sua conta no WhatsApp. Além disso, Ana Thaís pediu para que seus familiares e amigos se comunicassem com ela por outras redes sociais, como por mensagem privada no Instagram.

Em seu Twitter, Roodrigo Capelo relatou que bloqueou mais de 600 números que tentaram fazer ofensas pessoais. Isso porque o jornalista ter procurou os patrocinadores do clube para que eles se manifestassem sobre a contratação de Robinho.

“Desde a noite de ontem, bloqueei 600 números de celular e apaguei cerca de 3.000 mensagens com xingamentos e ameaças. Também aconteceu com @mariliaruiz, @anathaismatos e @carloscereto por causa do caso Robinho. Às milícias digitais, meu lamento. Continuaremos a fazer jornalismo“, escreveu o contratado do SporTV.

O post Após caso Robinho, jornalistas da Globo sofrem com ataques apareceu primeiro em RD1 → Audiência da TV, Notícias da TV e Famosos.

Author

Share