Das telas às prateleiras: Youtubers mirins viram bonecos e até linha de calçados

Author

Categories

Share

Os irmãos Maria Clara, 9 anos, e JP, 11 anos, têm pouca idade, mas grandes números: o canal deles no YouTube soma mais de 23 milhões de inscritos e quase 12 bilhões de visualizações. O sucesso online já é consolidado e coloca a dupla entre os maiores canais infantis da plataforma tanto no Brasil quanto no mundo. Nos vídeos, as crianças aparecem brincando, fazendo pegadinhas com os pais e cantando. As brincadeiras, que antes os fãs acompanhavam somente na web, agora podem ser reproduzidas em casa. Através da Ziggle, empresa de licenciamento de marcas, Maria Clara e JP viraram bonecos e vão ganhar, nos próximos meses, linhas de roupa, calçados e até produtos de festas com seus nomes. Cintia Medvedovsky, empresária responsável pela companhia, disse à Jovem Pan que, apesar de estarem acostumados com o sucesso, os pais de Maria Clara e JP não tinham noção do alcance que também poderiam ter no “mundo real”. “Até eles entenderem isso, levou um tempo. Mas é poder ver o resultado do seu trabalho, que eles já viam nos números do YouTube, só que agora passando do mundo virtual para o físico. As crianças viram isso com muita naturalidade”. A preparação para “virarem marcas” demorou um ano, contou Cintia.

Além dos irmãos, a empresa também licenciou Luccas Neto, que é considerado o maior canal infantil brasileiro do YouTube com cerca de 33 milhões de inscritos. Entre os produtos dele, estão bonecos, sandálias e camisetas. Outro youtuber transformado em marca é o Gato Galáctico, canal infantil comandado por Ronaldo de Azevedo, de 30 anos. Na plataforma, ele soma mais quase 3,5 milhões inscritos. O personagem criado pelo gaúcho também virou boneco e ele está muito feliz com os feedbacks recebidos dos fãs. “Superou todas as expectativas. Incentivamos a galera a tirar fotos criativas com os bonecos e o pessoal mandou fotos brincando de maneiras incríveis. Essa foi a melhor parte porque o boneco não apenas é um pilar da marca e do que ela representa, mas também ajuda as pessoas a usarem isso para desenvolver o lado criativo”, disse.

O youtuber Ronaldo de Azevedo, o Gato Galáctico, também virou boneco pela Ziggle (Foto: Reprodução/Instagram/gatogalactico)

Cintia vê com bons olhos o fenômeno dos youtubers mirins e acredita na continuidade desses produtores de conteúdo independente da plataforma. “A tendência é eles se expandirem para outras mídias e ir se adaptando porque ninguém pode dizer que o YouTube estará aqui daqui há 10 anos, mas o conteúdo se adapta. Quando eu era criança, alguém escolhia o que ia ver e não era a minha mãe, mas a TV aberta que decidia por mim. Agora, são as crianças que escolhem o que assistir e eu posso dar opiniões para ajudá-los a fazer escolhas certas. Mas não estou delegando para alguém o que meus filhos vão assistir”. Para Ronaldo, sua responsabilidade com o público infantil é redobrada, já que seu conteúdo tem que ter o cuidado de passar mensagens que sirvam de modelo para as crianças. “Por ser um pilar de incentivo dessa geração, acredito que temos uma responsabilidade muito grande em passar as mensagens corretas, falar sempre a verdade e ter sinceridade acima de tudo. Tudo isso é muito filtrado para não passarmos mensagens erradas. Temos muitas pessoas no time para sermos bastante assertivos e nunca errarmos, e até agora nunca erramos.”

Author

Share