Moraes arquiva pedido para investigar Aras pelo suposto crime de prevaricação

Author

Categories

Share

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), arquivou, nesta segunda-feira, 23, o pedido para investigar o procurador-geral da República, Augusto Aras, pelo crime de prevaricação. Os senadores Alessandro Vieira (Cidadania-SE) e Fabiano Contarato (Rede-ES) acionaram a Corte com uma notícia-crime contra o chefe do Ministério Público Federal (MPF) por suposta omissão em relação a fatos envolvendo o presidente Jair Bolsonaro. Para o magistrado, os fatos elencados pelos parlamentares não justificavam o envio do caso ao Conselho Superior do Ministério Público. Em sua decisão, Moraes escreveu que a petição “carece de elementos indiciários mínimos, restando patente a ausência de justa causa para a instauração da investigação”.

Author

Share